Concerto de Michael Rische reverte a 100% para a criação de Centro de Promoção das Gerações Autónomas

No próximo dia 3 de maio, graças à generosidade da Fundação Bartholomeu dos Alemães de Lisboa e do Goethe-Institut Portugal, irá decorrer neste auditório um concerto de piano do conceituado artista Michael Rische, cuja receita reverterá 100% a favor da nossa missão, mais concretamente para as obras de reabilitação da sede da Associação, recentemente atribuída pela Câmara Municipal de Lisboa.

O objetivo é transformar este espaço num Centro de Promoção das Gerações Autónomas, para o desenvolvimento de iniciativas, formação e treinos de autonomia de jovens com perturbação ligeira do desenvolvimento intelectual .

São apenas 160 lugares disponíveis ao preço único de 15€. Os bilhetes estão à venda na ticketline e nos pontos de venda habituais.

Agradecemos todas as partilhas que puderem ser feitas!

Biografia

Michael Rische faz parte de um pequeno grupo de músicos, mesmo em termos internacionais, que enriquecem de forma consistente o panorama musical com as suas descobertas.

Isso não implica necessariamente uma contradição com o repertório padrão. Afinal, ao gravar os concertos para piano de Beethoven (No. 3 em C maior) e Mozart (No. 20 em D menor), o pianista também seguiu um caminho incomum: são as únicas gravações que oferecem a possibilidade ao ouvinte de escolher entre cadências de diferentes épocas.

Porém, o seu empenho relativamente à música do século XX contrasta com suas descobertas: as estreias originais ou os primeiros de concertos para piano de George Antheil (2001, Londres) e Erwin Schulhoff (1993, Augsburg), bem como gravações de outras obras no estilo “jazzístico” de Copland, Honegger, Gershwin e Ravel, renderam-lhe uma reputação internacional.

Após gravar composições sobre as notas “B-A-C-H”, de Johann Sebastian Bach, até aos dias de hoje e aquando do aniversário do compositor, em 2000, Michael Rische tem-se empenhado, com crescente sucesso, em consagrar os quase esquecidos concertos de piano do seu filho Carl Philipp Emanuel no panorama musical.

Desde 2011 que as suas gravações se têm destacado nos media, nomeadamente no Der Spiegel, Classics on-line ou fonoforu.

Durante o ano de aniversário de Carl Philipp Emanuel, em 2014, o MDR, em Leipzig, transmitiu ao vivo, para toda a Europa, dois dos seus concertos para piano.

Michael Rische, nascido em Leverkusen, estudou em Düsseldorf com Max Martin Stein (piano) e Milko Kelemen (composição). Recebeu inspiração adicional de Rudolf Serkin, Pierre Boulez e Nicolaus Harnoncourt.

Tem colaborado com Sylvain Cambreling, Yuri Simonow, Christoph Poppen, Grant Llewellyn, Michael Boder, Wayne Marshal e Rumon Gamba, e com orquestras como a Staatskapelle Berlin, a WDR Symphony Orchestra, em Colónia, a Radio Symphony Orchestra Berlin, a Orchestre National de Belgique, a Orquestra Sinfónica Alemã de Berlim, a Sinfónica de Bamberg e a Orquestra Sinfónica da BBC, em Londres. Tem realizado concertos na Europa, Israel, EUA e China.

Michael Rische foi artista residente no Festival Internacional Kurt Weill, em Dessau, e é também professor na Academia de Música de Colónia.

O seu mais recente trabalho discográfico foi gravado conjuntamente com a Orquestra de Câmara da Filarmónica de Berlim e com os Solistas de Barroco de Berlim. Ao longo da sua carreira, Michael Rische editou como solista nas editoras EMI, Universal, Sony e Hänssler CLASSIC.

No comments
wb_gestaoConcerto de Michael Rische reverte a 100% para a criação de Centro de Promoção das Gerações Autónomas