Quem é quem na vilacomvida?

Eulália Calado

(Presidente Comissão de Ética)

Casada, Médica Neurologista pediátrica, Directora Serv. Neurologia Pediátrica Hospital D. Estefânia, durante muitos anos Presidente da Associação da Paralisia Cerebral.
Motiva-a a crença inequívoca na capacidade de pessoas com PLDI terem uma vida autónoma e portanto, Feliz e realizada.

Filipa Pinto Coelho

(Presidente da Direção)

Casada, 3 filhos, 4 enteados. Licenciada em Comunicação Social e Cultural, Pós-Graduada em Marketing. Consultora de comunicação e estratégia organizacional.
O que me motiva? O nascimento do meu filho Manuel, com Síndrome de Down, que me alertou para a riqueza que existe na Diferença e para a necessidade de contribuir pessoal e profissionalmente para que a sociedade portuguesa dela tome consciência prática.

Mariana Mena

(Vice-Presidente da Direção)

Casada, 2 filhos. Engenheira Civil

O que me motiva?

Acreditar que é possível contribuir para a construção de uma sociedade mais inclusiva.

E a oportunidade de participar num projeto que irá transformar a vida de jovens com dificuldades cognitivas.

Mónica Lucena

(Vogal da Direção)

Casada, 4 filhos. Licenciada em Arquitectura pela FAUTL, Pós-Graduada em Dança em contextos educativos pela FMH.

A minha filha mais velha ser portadora de uma doença rara, o que a impede de ter uma vida totalmente autónoma, no entanto constatar que pelo empenho e trabalho com objectivos bem definidos tem vindo a evoluir e desenvolver algumas competências, neste sentido acredito no trabalho em equipa e na integração destes jovens na sociedade de forma a torná-la cada vez mais inclusiva e completa.

Teresa Toscano

(Vogal)

Casada e mãe de 3 filhos. Licenciada em Economia pela NovaSBE.

O que me motiva? A visão de longo alcance deste projeto de transformar a sociedade através de uma lógica de inclusão no mercado de trabalho que não só vem contribuir de forma decisiva para a realização de jovens com enorme potencial como vem facilitar o envolvimento e compromisso de instituições e empresas nesta missão.

Margarida Cabral

(Vogal)

O que me motiva? Acreditar que posso fazer a diferença com entrega e humildade.

Ana Sá Couto

(Vogal Assembleia Geral)

Casada, 2 filhos. Advogada em exercício numa sociedade de advogados internacional.
O que me motiva? A oportunidade de partilhar a riqueza de uma vida inteira ao lado do meu irmão com Síndrome de Down, epilepsia e um atraso cognitivo profundo, desenvolvendo um projeto fundamental para uma sociedade que se quer inclusiva.

Filipa Bonvalot

(Presidente Conselho Fiscal)

Casada e mãe de 4 filhos
O que a motiva? Acredita no desenvolvimento profissional e numa maior autonomia de pessoas com perturbação de desenvolvimento intelectual, para bem destas e acima de tudo para o bem da comunidade, que tem muito a aprender com a diferença.

Afonso Arnaldo

(Vogal Conselho Fiscal)

Casado, 3 filhos. Sócio de uma consultora fiscal, licenciado em Direito.
O que me motiva? A consciência de que a diferença não deve implicar menos oportunidades e mais desigualdades. A aprendizagem de que numa sociedade plural e inclusiva todos podem e devem ativamente dar o seu contributo, mesmo na sua diferença. A forma de retribuir à sociedade as oportunidades que me deu ao longo da vida.

wb_top_accessA Equipa